ZONA NORTE : Campanha “Despensa solidária”

ZONA NORTE : Campanha “Despensa solidária”

Doações de alimentos na ação conjunta da ONG Anjos e Querubins e rádio Pelotense

Por Carlos Cogoy

Coordenador Ben Hur Flores

Sopão, janta solidária, material escolar, e ações pontuais para assinalar datas como o Dia da Criança e Natal. Em atividade há vinte anos na zona norte, a ONG Anjos e Querubins – Fundação reconhecida como de utilidade pública pelo legislativo municipal desde 2017 -, realizou campanhas durante a pandemia, para amenizar as adversidades de moradores da periferia. Situada no número 112 da rua 4 do bairro Getúlio Vargas (BGV), a ONG também integrou-se a ações como a “Corrente do Bem”, que contava com o Projeto Jovem Atleta (PJA), e Escola de Samba do Mickey. Com a chegada de 2021, a vacina contra a Covid 19 tem sido aplicada em vários países. No Brasil, o processo é lento, confuso e provavelmente se estenderá por bom tempo até alcançar a maioria da população. O cotidiano dos bairros mais empobrecidos, no entanto, abrangendo desde as necessidades básicas até cuidados sanitários, não tem como esperar pela retomada do ritmo das atividades econômicas. Assim, o novo ano começa com ação conjunta da ONG Anjos e Querubins, e a emissora rádio Pelotense AM 620.

DOAÇÕES – Conforme Ben Hur Flores, coordenador da ONG, a iniciativa “Despensa solidária”, foi idealizada em parceria com a Pelotense, que já contribuía com a divulgação das campanhas. A ideia, de acordo com Ben Hur, é receber doações para atender o BGV, Pestano e Sanga Funda. Ele ressalta que a necessidade se estenderá durante todo o ano. O apelo à comunidade é para a colaboração com gêneros alimentícios não perecíveis, máscaras cuidativas, álcool gel. Em relação aos materiais de proteção, a ONG estará buscando parcerias com a secretaria municipal de Assistência Social e UFPel. As doações podem ser entregues na sede do Anjos e Querubins. No centro da cidade, as entregas podem ser feitas na Corrida do Ouro à rua Tiradentes 2.592 , e na Secretaria Municipal de Cultura (SECULT), à Praça Cel. Pedro Osório 2. Informações: 9 9182.7813.

ATIVIDADES da ONG Anjos e Querubins, têm sido com atendimento através do plantão social. Em fevereiro, conforme as orientações sanitárias na cidade, serão abertas inscrições para novos integrantes do grupo, que tem sido alternativa de lazer, autoestima e aprendizado, para crianças e jovens da zona norte. “Obedecemos a bandeira vigente e, mediante os cuidados com os protocolos recomendados, já conseguimos realizar alguns ensaios”, diz Ben Hur.

HISTÓRIA – Ao fim dos anos noventa, Ben Hur, morador no BGV, trabalhava como vigilante. Constatando o quanto a juventude da Zona Norte, carecia de lazer e cultura, passou a buscar parcerias para desenvolver oficinas de música e teatro. À época, durante período, ele contou com apoio do Sindicato dos Vigilantes de Pelotas e Região (Sindivigipel). Numa nova fase, em 2001, sua moradia foi improvisada como espaço para ensaios. Sem instrumentos para os jovens, o jeito foi organizar uma “Orquestra Popular Afrobeat Anjos e Querubins”, recorrendo ao uso de baldes. Em fase posterior, identificando-se como Organização Não-governamental, foram sendo estabelecidos apoios e parcerias.



Fonte: Diário da Manhã
Redação: redacao@diariodamanhapelotas.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: