Polícia prende suspeito  de roubos e homicídio

Polícia prende suspeito de roubos e homicídio

Em Porto Alegre e Gravataí, prisões que esclarecem crimes em Pelotas

A Polícia Civil, por meio das Delegacias de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Pelotas e da Delegacia de Repressão ao Roubo e Furto de Cargas (DRFC), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), prendeu três indivíduos terça-feira, na capital e região metropolitana. Na ação, um foragido foi capturado na rodoviária de Porto Alegre e dois indivíduos foram presos em flagrante, em Gravataí. Munições foram apreendidas.

Em Porto Alegre e Gravataí, prisões que esclarecem crimes em Pelotas

Em Porto Alegre e Gravataí, prisões que esclarecem crimes em Pelotas

Segundo os delegados Gustavo Pereira e Alexandre Luiz Fleck, as investigações tiveram início após a ocorrência de um roubo a residência e estabelecimento comercial, bem como homicídio de Tainã Pessoa (23 anos), ocorridos na cidade em outubro. “Na ocasião, indivíduo que estava foragido, em conjunto com outros homens, trocou tiros com policiais civis da Draco quando realizada a abordagem. E durante a perseguição, o indivíduo acabou causando um acidente fatal, que vitimou um jovem inocente que trafegava em outro veículo”, explicaram os delegados.

A partir deste fato, as Especializadas trocaram informações e iniciaram diligências a fim de localizar o foragido. Ele foi encontrado e preso na rodoviária de Porto Alegre. Após a prisão, os policiais civis diligenciaram para um sítio, onde residia o foragido, na localidade de Morungava, em Gravataí. “No local, foram encontraram artefatos para recarga de munições. Durante a diligência, um indivíduo que tripulava uma GM/Montana, parou nas imediações. Ao perceber a ação policial, apesar da ordem de parada, saiu do veículo efetuando diversos disparos de arma de fogo. Ele conseguiu fugir por uma mata fechada”, acrescentaram Pereira e Fleck. No veículo, foi encontrado um carregador prolongado com trinta munições de calibre .9mm.

Na sequência, outros dois indivíduos chegaram no sítio, em uma motocicleta e em um carro. “O primeiro foi prontamente rendido, e com ele encontrada três munições calibre .380. O motorista do carro começou a fugir, sendo perseguido pelos policiais civis. Pouco depois, os veículos acabaram colidindo, sendo efetivada a prisão. Com este homem, também foi apreendido um carregador prolongado de pistola, com trinta munições calibre .9mm”, explicaram os delegados. Em razão dos fatos, a dupla foi presa em flagrante por porte de munição de calibre restrito.



Fonte: Diário da Manhã
Redação: redacao@diariodamanhapelotas.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: