Pelotas suspende as organizadas

Pelotas suspende as organizadas

A diretoria do Pelotas – amparada pelos conselheiros do clube – decidiu suspender temporariamente as torcidas organizadas como consequência do episódio de domingo passando, quando um grupo de torcedores invadiu a área de convivência da Boca do Lobo, agredindo o presidente Gilmar Schneider e o gerente administrativo Álvaro Prange. As medidas foram anunciadas nesta quarta-feira pelo presidente do Conselho Deliberativo, Moacir Cardoso Elias.

O dirigente enfatizou que o Pelotas não está banindo suas as duas torcidas organizadas. “Não estamos acabando com a torcida, ela é muito importante para o Pelotas”, disse o dirigente. A suspensão é por tempo indeterminado, enquanto ocorrerá a formação de uma Comissão de Relacionamento com o Torcedor, a qual será composta por dirigentes, conselheiros e associados do clube. Uma das metas dessa comissão é cadastrar os interessados em participarem das organizadas.

O Pelotas resolveu também na reunião do Conselho Deliberativo na terça-feira pela suspensão dos sócios envolvidos na confusão após o jogo com o São Luiz. Também vai colaborar com a Justiça para que os responsáveis sejam punidos com as penas previstas no Estatuto do Torcedor. “Queremos deixar claro que o Pelotas não é conivente com essa situação de violência”, disse Elias. O clube também quer a criação de um Juizado do Torcedor no próprio estádio.

 



Fonte: Diário da Manhã
Redação: redacao@diariodamanhapelotas.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: