NOTA LEGAL : Ganhadores do Programa recebem cheques

NOTA LEGAL : Ganhadores do Programa recebem cheques

Uma cerimônia no Salão Nobre da Prefeitura, sexta-feira, marcou a entrega dos cheques aos vencedores do Programa Nota Legal Pelotense. O sorteio, realizado em novembro, teve 40 cupons sorteados com prêmios que vão de R$ 250 a R$ 10 mil.

A prefeita Paula Mascarenhas destacou a importância do engajamento da população neste projeto. Ela falou sobre os desafios da Secretaria da Fazenda (SMF) neste momento difícil de crise financeira e que, apesar das dificuldades, a Prefeitura tem obras e serviços em andamento, graças aos contribuintes.

“São cidadãos comprometidos, responsáveis, que exercem seu papel para a melhoria da cidade. Ajudam o governo a exercer justiça tributária, garantindo o retorno de recursos e o investimento no Município”, afirmou Paula.

O secretário da Fazenda, Jairo Dutra, explica que o Nota Legal Pelotense é um programa de longo prazo, que busca educar a sociedade e mudar o olhar das pessoas sobre a arrecadação, para que elas entendam de onde vem e para onde vão os tributos. “É a primeira fase de um programa que não visa, simplesmente, a arrecadação, mas também uma quebra de cultura. É um forma de educação fiscal, pois os cidadãos não deveriam precisar nem pedir a nota, que é um direito”, explicou.

SORTEIO distribuiu prêmios de R$ 250 a R$ 10 mil

SORTEIO distribuiu prêmios de R$ 250 a R$ 10 mil

Durante a cerimônia, Dutra anunciou que lançará o selo de Empresa Parceira da Nota Legal, que valorizará as entidades, instituições e empresas que emitem a nota fiscal, encaminham corretamente seus tributos e, assim, contribuem com o Município. Ele avalia que a iniciativa vai começar pelo setor de educação, e já na cerimônia estiveram os representantes da Escola Mário Quintana, que emitiu a nota fiscal do vencedor do prêmio de R$ 10 mil. “Vocês merecem o reconhecimento por estarem em dia”, destacou o secretário.

A bacharel em Direito, Daiane Guimarães da Silva, foi uma das ganhadoras do prêmio de R$ 250.

“Temos que ajudar o município, pois com o aumento da arrecadação há mais benefícios para a cidade. E esses programas valorizam quem dá a nota e está legalizado”, disse a bacharel.

Também participaram do evento o vice-prefeito, Idemar Barz, e o presidente do Sindicato dos Contabilistas de Pelotas (Sincotecpel), Mário Gularte.



Fonte: Diário da Manhã
Redação: redacao@diariodamanhapelotas.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: