Inicia hoje, em Pelotas, a 29ª Abertura Oficial da  Colheita do Arroz

Inicia hoje, em Pelotas, a 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz

A 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz que será realizada a partir de hoje até 22 de fevereiro, na Estação Experimental Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão, na região de Pelotas, vai contar com uma intensa programação composta por fóruns técnico e de mercado, além de palestras, oficinas, vitrines tecnológicas, feiras e dinâmicas de equipamentos. O evento deste ano tem como tema “Matriz Produtiva: Atividade Diversificada, Renda Ampliada”.

Programação, que se estende até sexta-feira, será realizada na Estação Experimental Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão

Programação, que se estende até sexta-feira, será realizada na Estação Experimental Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão

O ano de 2019 será de grandes desafios na cadeia produtiva do arroz devido aos graves problemas pelos quais o setor atravessa e também porque estará na pauta a reforma tributária. A afirmação é do presidente da Câmara Setorial Nacional do Arroz, Daire Coutinho.

Hoje, a Câmara vai se reunir durante a Abertura Oficial da Colheita do Arroz para debater as demandas do setor produtivo. Segundo Coutinho, o setor precisa de algumas decisões tributárias pois vem sofrendo com a entrada de arroz importado do Mercosul, principalmente o setor produtivo. “Entendo que não existe cadeia produtiva forte sem que os elos tenham força. Então a manutenção da qualidade econômica de todos os elos da cadeia é muito importante. E o setor produtivo passando por esta crise é motivo de enfraquecimento da cadeia como um todo”, afirma.

Coutinho sinaliza que também uma das discussões importantes durante a reunião será a questão do quadro de oferta e demanda em razão dos prejuízos que aconteceram na lavoura com os eventos climáticos. Salienta que a Câmara Setorial Nacional do Arroz realizou um trabalho anteriormente mostrando quais eram os pontos principais a serem discutidos e a previsão é de que nesta reunião sejam fechadas todas as demandas da cadeia produtiva junto ao novo governo. “Como tem acontecido nos últimos anos, deveremos ter uma acalorada discussão a respeito de todas as necessidades do setor produtivo, com a presença de todos os membros da Câmara Setorial. Já temos algumas confirmações de participação tanto do setor produtivo como do setor industrial do Centro do país. Portanto, será o momento e o lugar de discutirmos todas as questões que envolvem a lavoura de arroz, indústria e comercialização”, informa.

As novas tecnologias também estarão presentes na Abertura Oficial da Colheita do Arroz. Nos dias 20 e 21 de fevereiro será realizada palestra na Carreta da Farsul com o tema: Startups conectando produtores: Tecnologia de pulverização seletiva. O engenheiro elétrico e sócio da Eirene Solutions, Gabriel Borges, vai explicar como funciona um sistema de câmaras desenvolvido pela startup de Porto Alegre (RS), a ser instalado em pulverizadores terrestres. O sistema analisa o solo e quando é necessário ativa a pulverização. “No método atual de pulverização, por exemplo, é pulverizado 100% da área, tendo planta ou não. Com esse sistema de câmeras instalados em veículos pulverizadores, a pulverização ocorre somente onde tem planta. À medida em que o veículo se desloca os bicos de pulverização abrem ou fecham. As câmeras detectam o que é erva daninha, o que é cultivo e o que é solo”, explica.

Também hoje e amanhã, ocorrerá uma oficina de Produção de Alimentos à Base de Arroz e Derivados, com a nutricionista e instrutora de curso do Senar/RS, Marjana Teresinha de Mattos Favin. Ela irá abordar a importância do arroz na dieta humana. O arroz é um alimento saudável e completo, sendo uma das principais fontes de carboidratos, substâncias orgânicas que fornecem energia ao organismo, além de contribuírem para a restauração e o desenvolvimento dos tecidos. Conforme Marjana, o cereal é uma boa fonte de sais minerais e vitaminas, além de não conter colesterol e glúten, e ser rico em fibras. “Nas oficinas aproveitamos para divulgar a farinha de arroz e apresentar as receitas, permitindo que os participantes possam ver a elaboração das mesmas”,explica.

Ano de grandes desafios na cadeia produtiva do arroz

Ano de grandes desafios na cadeia produtiva do arroz

A programação paralela da 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz contará ainda com visita guiada no espaço da Embrapa intitulada Coleção de Plantas Forrageiras e Integração Lavoura Pecuária, palestra no stand do Irga sobre os Benefícios do Arroz para a Saúde e também um Seminário Técnico, Sindag na Estrada – Encontro da Aviação Agrícola, palestra sobre Projeções Climáticas para 2019/2020 com a Somar Meteorologia e Noite Irga & Simularroz, na Vitrine do Irga.

O evento conta com Patrocínio Premium do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, correalização da Embrapa e é uma realização da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz). A programação completa está no site www.colheitadoarroz.com.br



Fonte: Diário da Manhã
Redação: redacao@diariodamanhapelotas.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: