DUQUE DE CAXIAS  : Prefeitura vistoria obras para elaborar relatório

DUQUE DE CAXIAS : Prefeitura vistoria obras para elaborar relatório

A Prefeitura, por intermédio de equipe técnica da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), dá início a uma vistoria minuciosa nas obras de requalificação e duplicação da avenida Duque de Caxias.

O objetivo é elaborar relatório indicando, caso existam, situações a corrigir. O documento será entregue à empresa que executa o projeto, a MAC Engenharia Ltda.

Estacionamento no canteiro central ainda precisa de melhorias

Estacionamento no canteiro central ainda precisa de melhorias

O mesmo processo foi realizado em relação às avenidas Domingos de Almeida e Juscelino Kubitschek de Oliveira. Na Juscelino, por exemplo, o relatório apontou a desaprovação da pavimentação asfáltica efetuada na pista antiga, que acabou apresentando irregularidades, como a descompactação constatada após a sondagem técnica. Como resultado, o trabalho foi refeito no trecho, envolvendo o montante de aproximadamente R$ 400 mil, sem nenhuma despesa para os cofres públicos.

Se existirem, as situações que exijam correção – levantadas na Duque de Caxias – terão de ser solucionados pela empresa MAC, vencedora da licitação que envolveu o maior contrato individual celebrado pelo Município nos últimos anos, de mais de R$ 35 milhões, para investimento nas requalificações da Duque, Juscelino e Domingos de Almeida.

GRUPO DE MORADORES

Depois da Seplag concluir o levantamento técnico, grupo de moradores terá a oportunidade de participar do processo de elaboração do relatório a ser entregue à MAC Engenharia. Se houver alguma solicitação ou sugestão a acrescentar, a equipe da Secretaria retornará à avenida para constatar a ocorrência apresentada e, sendo procedente, a necessidade de intervenção será incluída no documento.

“Moradores de diferentes áreas da avenida Duque de Caxias participarão da avaliação das obras de requalificação de toda a extensão da via. Em reunião com a prefeita Paula e com a Seplag, o grupo foi definido”, informa o secretário de Planejamento e Gestão, Roberto Ramalho.

A decisão de incluir a comunidade no processo que visa identificar pontos que podem ser melhorados nas obras torna mais representativo o levantamento a ser entregue à construtora.



Fonte: Diário da Manhã
Redação: redacao@diariodamanhapelotas.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: