Acusado pela morte do enteado está preso

Acusado pela morte do enteado está preso

Vítima, que tinha apenas um ano de idade e era enteada do preso

Na sexta-feira, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), prendeu em flagrante, um homem pelo crime de homicídio. A vítima, que tinha apenas um ano de idade e era enteada do preso, apresentava lesões na cabeça, rosto e costas.

Segundo a delegada Márcia Chiviacowsky, a Polícia Civil foi comunicada do óbito pelo Posto de Saúde, que relatou que a vítima apresentava sinais de maus tratos. “A causa da morte foi traumatismo cranioencefálico”, explicou a delegada.

AGRESSÕES – Conforme o registro, o suspeito D. A. S. de 31 anos, durante a ausência da companheira, agredia o enteado Bernardo Araújo Pinto de um ano de idade. O fato já era de conhecimento de alguns vizinhos mas, na sexta, houve excesso e o agressor pediu apoio para que o bebê recebesse atendimento médico.

VIOLÊNCIA – No Pronto Socorro, durante o atendimento ao menino, foi verificado que havia indícios de violência, incluindo abuso sexual. Diante disso, a polícia foi informada sobre a gravidade, e o padrasto foi levado à delegacia para prestar depoimento. Com óbito do bebê, e o laudo indicando os maus tratos sofridos pela vítima, o padrasto foi preso e levado para o Presídio Regional de Pelotas.

No fim de semana, com a divulgação nas redes sociais, o crime causou indignação e revolta, e houve inúmeras manifestações de populares clamando por justiça, e lamentando a brutalidade com um bebê de um ano.



Fonte: Diário da Manhã
Redação: redacao@diariodamanhapelotas.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: