5º BATALHÃO DE CHOQUE :  Nova sede, treinamento e reforço nas parcerias

5º BATALHÃO DE CHOQUE : Nova sede, treinamento e reforço nas parcerias

Em atividade há pouco mais de um ano, o 5º Batalhão de Polícia de Choque (5º BPChq), já atuou em 37 municípios

Sediado na área central de Pelotas, à rua Almirante Barroso 2.928 – esquina com a avenida Bento Gonçalves – o 5º Batalhão de Polícia de Choque (5º BPChq), foi oficialmente inaugurado a 17 de outubro de 2019. O comandante é o Major QOEM Anderson Boeira Wenitt, e o efetivo reúne 115 militares estaduais. Vinculado diretamente ao Subcomandante-Geral da Brigada Militar, o 5º BPChq atua prioritariamente na área sob a responsabilidade do Comando Regional de Polícia Ostensiva Sul (CRPO/Sul), que abrange 27 municípios. Porém, nos primeiros catorze meses em atividade, o batalhão também teve atuações em Porto Alegre, Cachoeirinha, Gravataí, Alvorada, Cachoeirinha, Gramado, Mariana Pimentel, Encruzilhada do Sul, Sertão Santana e Santana da Boa Vista. Nesta semana, a área de comunicação social do 5º BPChq, está divulgando o levantamento do trabalho realizado em 2020. Nas ações, prisões e apreensões, recolhendo armas, munições, drogas e quantias em dinheiro.

União no trabalho com atuação na região

NOVO ANO – Conforme já divulgado no DM, em 2020 o batalhão realizou 451 prisões e apreensões. O levantamento também indica as apreensões de 99 armas de fogo, 1.205 munições, 103,94 quilos de drogas, e R$181.569,79. Em relação à sequência ao trabalho em 2021, o comando divulga: “As perspectivas são promissoras. Primeiramente manter o serviço qualificado prestado pelo Batalhão com ênfase nos treinamentos do efetivo. Em segundo momento, reforçar as parcerias com as empresas colaboradoras do Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública (PISEG), que acreditaram no projeto e, no nosso trabalho, e têm destinado mensalmente uma cota do ICMS para o aparelhamento do Batalhão. Também há perspectivas reais de incremento do efetivo do Batalhão, bem como de iniciar a obra da nova sede, mais adequada às necessidades do Batalhão”.

Sede do Batalhão foi reformada pelos policiais militares

TRABALHO – “A missão principal do Batalhão é voltada ao controle de distúrbios civis, rebeliões e revistas em casas prisionais, reintegrações de posse, e o policiamento em grandes eventos. Além das atividades de polícia de choque, o Batalhão também executa rotineiramente o policiamento ostensivo e preventivo nas áreas do CRPO-Sul, visando a diminuição dos índices de criminalidade”, informa o comandante Anderson Wenitt, que é bacharel em direito, com formação na ULBRA, e especialista em Operações de Choque.

TRAJETÓRIA – O 5º BPChq foi criado através do decreto 54.697 de 15 de julho de 2019. Em setembro daquele ano, começou a operar na cidade e região. O efetivo é treinado e capacitado para atuar em operações de choque. Contato: 5bpchoque-comsoc@bm.rs.gov.br

Major QOEM Anderson Boeira Wenitt

SEGURANÇA – Ao fim de 2020, houve a aprovação da criação de mais um Batalhão de Choque da BM no Estado, o 6º BPChq em Uruguaiana. Além da nova unidade, também foi criado um Comando de Policiamento de Choque. Além do 5º BPChq em Pelotas, também estão em atividade: 1º BPChq sediado em Porto Alegre; 2º BPChq em Santa Maria; 3º BPChq em Passo Fundo; 4º BPChq em Caxias do Sul.

CAPÃO DO LEÃO – Na sequência ao trabalho do 5º BPChq, quarta à tarde uma guarnição foi procurada por comerciante no Capão do Leão. Ele comunicou aos policiais militares sobre o furto de produtos no estabelecimento comercial.

Buscas foram realizadas e um casal foi abordado. Com a dupla, que posteriormente foi encaminhada para a Polícia Civil, foram recuperados os produtos: seis faqueiros; oito alicates; uma faca; par de óculos; cinco sabonetes; quatro bonés; cinco caixas de chocolate; uma chave Philips; uma caixa de celular Motorola – sem o aparelho.



Fonte: Diário da Manhã
Redação: redacao@diariodamanhapelotas.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: